Valor do m² em São Paulo

Valores referentes ao preço médio do metro quadrado para apartamentos novos em São Paulo e região metropolitana.

__________________________________________________________________________________

fonte: EMBRAESP – Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio, em “Revista Qual Imóvel”, ed. 106.

 

Anúncios

Salário mínimo no mundo

Bem... o Brasil está bem mais embaixo, se quiser vê-lo, clique no link abaixo =-(

Nossos amigos (da onça) lá de Brasilia ficam fazendo e refazendo contas antes de autorizarem qualquer mísero aumento no salário mínimo, e quando o aumento finalmente vem, algum ministro figurão ou mesmo o presidente vai à TV fazer um pronunciamento heróico, sobre o “novo salário” mínimo que aumentou R$50,00. É verdade que estamos longe dos R$ 3.569,14 do salário mínimo dinamarquês, mas por outro lado estamos muito acima dos R$ 14,26 pagos no Burundi. Só para informação, o melhor salário mínimo da América Latina é pago pelos nossos hermanos argentinos: R$ 1.259,17   =-(

>> Confira a lista completa com o valor do salário mínimo pago em 159 países

—————————————————————————————————————–

fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Minimum_wages

Moto: o valor do seguro de 57 modelos

Seguro para motos: no Brasil ainda é uma utopia

Saiu o Guia Melhor Moto 2009 publicado pela Quatro Rodas Moto (ed. 598-B Janeiro de 2010). E o resultado é o que todos esperavam: motos Honda com valores de seguros proibitivos. Quanto às esportivas, não importa a marca o seguro é sempre imoral. Vale lembrar que os valores do seguro refletem o quanto um modelo é visado pelos gatunos, portanto se quer sossego, vá de Harley-Davidson ou BMW, as marcas com seguros mais amigáveis… isso pra quem pode. Veja a lista com o valor do seguro e o percentual sobre o preço final de 57 modelos de diversas categorias e faixas de preço: (((visualize arquivo via Google Docs))) .

________________________________________________________________________________________

Nota: os valores dos seguros foram calculados pela Nova Feabri Seguros (www.novafeabri.com.br) segundo o perfil de um usuário masculino de 30 anos, casado, com filho e que disporia de garagem em casa e no local de trabalho

Linha Suzuki em sete países

Pesquisei a linha de motocicletas Suzuki em sete países diferentes:  Alemanha, Brasil, Espanha, França, Itália, Japão e Portugal. E constatei algumas coisas óbvias e algumas surpresas:

É óbvio!!!

1) A linha Suzuki norte-americana é a maior entre os sete com 55 modelos

2) A Suzuki dos EUA tem a maior variedade de motocicletas custom

3) O Brasil é o país com a linha mais pobre entre os sete países pesquisados: apenas 19 modelos

Surpresa!!!

1) Entre os países europeus da pesquisa, os espanhóis têm a maior opção de modelos para comprar: são 48 modelos. Só a linha norte-americana é maior.

2) No site da Suzuki japonesa, não existe nem menção de motocicletas como GSX-R, Hayabusa ou V-Strom. Em número de opções, os japoneses só ganham do Brasil e de Portugal.

3) A linha de scooters Suzuki na Itália não é tão grande quanto se supõe

Enfim, para saber mais, clique na imagem abaixo para ampliá-la e veja o mapeamento das gamas Suzuki

Clique na imagem para ampliá-la

Clique na imagem para ampliá-la

Fontes: www.suzuki.es , www.suzuki.fr , www.suzuki.comwww.suzuki.co.jp, www.suzukimotos.com.br, www.suzuki.de, www.suzuki.it, www.veiculoscasal.pt

Levi’s Investiga: desvalorização dos preços de motos

SOBRE MITOS O marketing e a crendice popular criam mitos em nossas mentes e nós apenas acreditamos neles. Comece considerando os 5 mitos abaixo:

1) Motocicletas da Honda desvalorizam menos do que as de outras marcas

2) Os modelos mais acessíveis e populares tendem a desvalorizar menos por serem mais vendidos

3) Quanto mais exclusiva a marca, maior a desvalorização de seus modelos

4) A Titan tem a menor desvalorização entre os modelos Honda

5) Marcas pequenas ou chinesas desvalorizam muito mais que as marcas tradicionais

QUEBRANDO MITOS Analise mais de perto e quebre mitos!!!

1) Na verdade (segundo minha pesquisa), pelo menos entre as três marcas mais populares, a Yamaha é a que menos desvaloriza (média de 9,55%), seguida pela Suzuki (média de -11,88%) e a Honda ficou apenas em terceiro (-12,58% em média). A Honda mais bem posicionada no raking é a Fan 125 e mesmo assim apenas em 14º. Portanto o mito de que Honda desvaloriza menos é falso.

2) Ao contrário dos carros, as motos mais baratas e que vendem em grande volume desvalorizam mais após um ano de uso. Na Honda por exemplo, a Titan 150 ESD desvaloriza mais que Falcon e Hornet 600, por exemplo. Enquanto que a Yes 125 é a Suzuki com maior desvalorização (-16,29%)  mais que o dobro de uma Bandit N-1200 (-9,83%). E na Yamaha, o mesmo fenômeno: a Dragstar 650 (-7,07%) desvaloriza menos que uma YBR 125 ED (-12,91%). Talvez isso aconteça pelo fato de as motos mais baratas sofrerem mais nas mão de seus donos que nem sempre têm condições de zelar por sua manutenção.

3) Também é mentira que se você comprar uma Harley-Davidson ou uma BMW vai  acabar com um mico na mão. Na verdade estas marcas desvalorizam menos que as populares. A Harley é a campeã (desvaloriza em média apenas 8,5%) e a marca alemã (10,11%). Motos destas marcas são caras por serem fabricadas com alta qualidade, e por isso duram mais e por durarem mais são revendidas com menor desvalorização de preço.

4) A Titan realmente tem a menor desvalorização entre as Honda, desde que seja a Fan 125 (-9,69%), pois a 150 ESD perde para Twister, Falcon, Hornet 600 e até para a CB 1300.

5) O único mito que se confirma é o das marcas chinesas, pois o fenômeno Dafra desvaloriza em média 19,08% !!!! Um modelo Speed 150, por exemplo chega a desvalorizar  23,53% após um ano.

O RANKING Veja o ranking completo abaixo e tire suas conclusões:

Desvalorização de cada modelo, com base em dados coletados no www.Fipe.com.br

Desvalorização de cada modelo, com base em dados coletados no http://www.Fipe.com.br

METODOLOGIA Pela metodologia, pesquisei o preço de cada modelo 0km e comparei com o preço do modelo 2008 no site da Fipe, sendo que as três marcas mais populares (Honda, Yamaha e Suzuki) tiveram 10 modelos pesquisados de cada uma. Enquanto marcas premium como BMW e Harley-Davidson apenas 5 modelos cada uma. E quanto à Dafra apenas 4 por não dispor de mais modelos. Foram pesquisadas portanto 44 modelos das 6 marcas acima.

Forbes: os personagens mais ricos do mundo

Conheça os personagens de histórias em quadrinhos e desenhos animados mais cheios da grana.
Os mais ricos do mundo da ficção

O mundo da ficção também tem seus bilionários

1 Tio Patinhas
Patópolis, Estados Unidos
Fortuna: $28,8 bilhões
Idade: 80 anos
Negócios: mineração e caça a tesouros

2 Ming, o Mercenário
Mingo City, Planeta Mongo
Fortuna: $20,9 bilhões
Idade: 74 anos
Negócios: escravidão e tecnologia

3 Riquinho Rico
Richville, Estados Unidos
Fortuna: $16,1 bilhões
Idade: 10 anos
Negócios: herança e conglomerados

4 Mom
New New York City, Estados Unidos
Fortuna: $15,7 bilhões
Idade: 157 anos
Negócios: tecnologia e conglomerados

5 Jed ClampettBeverly Hills, Estados Unidos
Fortuna: $11 bilhões
Idade: 51 anos
Negócios: petróleo, gás e banco

6 C.Montgomery Burns
Springfield, Estados Unidos
Fortuna: $8,4 bilhões
Idade: 104 anos
Negócios: energia

7 Carter Pewterschmidt
Newport, Estados Unidos
Fortuna: $7,2 bilhões
Idade: 70 anos
Negócios: herança, mídia e aço

8 Bruce Wayne (Batman)
Gotham City, Estados Unidos
Fortuna: $7 bilhões
Idade: 32 anos
Negócios: herança, defesa

9 Thurston Howell III
Ilha privativa, Pacífico Sul
Fortuna: $6,3 bilhões
Idade: 60 anos
Negócios: indústrias Howell

10 Tony Stark (Ironman)
New York, Estados Unidos
Fortuna: $6 bilhões
Idade: 35 anos
Negócios: defesa

A mulher mais rica do mundo (review)

 

Estou editando este artigo, pois a vovó Bettencourt já não é mais a “mulher mais rica” do mundo. Agora o primeiro lugar é de Christy Walton, uma das donas do Wal Mart. Ela tem 56 anos, mora em Jackson (Wyoming), é viúva e dona de uma fortuna de 26,5 bilhões de dólares. No ranking da Forbes, Christy é a 10ª pessoa mais rica do mundo e a 4ª mais rica dos Estados Unidos.

A simpática vovó Liliane Bettencourt, passou para o segundo lugar entre as mulheres bilionárias da Forbes. A L’Oreal rende a ela uma fortuna de 23,5 bilhões de dólares. No ranking geral, ela é a 15ª pessoa mais rica do mundo e a 2ª da França.