As belíssimas motocicletas da Avinton

Se você entende de motocicletas, deve conhecer a saudosa Buell, aquelas cafe-racers com motor V2 e entre-eixos curtos. Pois é, durante a crise norte-americana, a Harley-Davidson resolveu fechar a Buell e extinguiu aqueles modelos que “faziam curvas como ninguém” e deixou muitos fãs da marca a ver navios. Mas a francesa Avinton segue a mesma receita e produz belíssimas motocicletas com um imenso motor S&S V2 de 1640cc de deslocamento, quatro válvulas por cilindro com comando lateral. Inesperadamente, a alimentação do motor é feita por um carburador eletrônico Keihin FCR-46 ao invés de injeção eletrônica. Apesar do motor avantajado, o peso dos modelos fica em torno de apenas 185 kg a seco.

Linha de motocicletas Avinton

As motocicletas são fabricadas à mão na cidade de Sommières, no sul da França. Visualmente, as Avinton passam a mesma impressão que os carros da holandesa Spyker: você bate o olho e vê algo artesanal, exclusivo. Exclusividade que não deixa de ser verdadeira, afinal na Europa os preços vão de 33,5 a 79,8 mil euros (aqui no Brasil isto poderia ser considerado entre 127 e 300 mil reais). Pelos preços astronômicos, os ricos compradores tem opção de escolher o estofamento sob medida, rodas, amortecedores, cores e ergonomia numa visita com o presidente da empresa e seus artesãos.

Os modelos tem design assinado por Joel Domergue e são herança da marca Wakan que fechou as portas e ressurgiu como Avinton. A gama da marca francesa se resume a um único modelo, a Collector que é montada em três versões: GT, Race e Roadster. As fichas técnicas e desempenho das três versões são idênticas, o único detalhe que varia entre uma e outra é a geometria do guidão: Motocicletas Avinton

Leico - Ficha Técnica da Avinton Collector GT

Animação mostra mapa com explosões nucleares desde 1945

Um ótimo trabalho gráfico mostra todas as explosões nucleares ocorridas no mundo. Da primeira ocorrida durante o Projeto Manhattan em 1945 até 1998. Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, China, França, Índia e Paquistão realizaram um total de 2053 detonações deste tipo num período de 53 anos, ou uma média de 38 explosões por ano. No fim, o gráfico mostra as áreas mais afetadas por estes testes.

Percurso da Volta da França 2012

O percurso

De 30 de junho a 22 de julho de 2012, a 99ª edição do Tour de France irá realizar um prologo e 20 estapas cobrindo uma distancia total de 3.479 quilômetros.

Mapa Tour de France 2012

Estas etapas tem as seguintes características:

  • 9 etapas planas
  • 4 estapas de montanhas médias – uma com chegada ao topo
  • 5 etapas de montanha – duas chegada ao topo
  • 2 etapas de contra-relógio individual
  • 1 prologo
  • 2 dias de descanso

Aspectos distintos da corrida

O Tour de France 2012  terá 25 montanhas nível 2, nível 1 ou maior nível de montanha com chegada ao topo.
Estas etapas serão divididas geograficamente da seguinte forma:

  • 1 no Vosges
  • 3 no Jura
  • 4 no Jura Suíça
  • 6 nos Alpes
  • 11 nos Pirineus

9 novas etapas em vilarejo

Abbeville, Annonay Davézieux, Bellegarde-sur-Valserine, La Planche des Belles Filles, Peyragudes, Porrentruy, Samatan, Tomblaine, Visé.

——————————————————————————————————————————-

Tópicos relacionados:

Equipes da Volta da França 2012


Onde estão as empresas mais éticas

Uma pesquisa investiga a percepção sobre a honestidade das empresas de 28 países

Marco Vergotti e Alberto Cairo

Num mundo cada vez mais interligado, o comportamento social das empresas é um fator -chave para o desenvolvimento. Uma pesquisa da Transparência Internacional – organização que, desde 1993, se dedica a estudos sobre a corrupção global – investigou a probabilidade de que empresas dos 28 países mais ricos se envolvam em esquemas de corrupção quando atuam além de suas fronteiras. Esses esquemas podem estar destinados à compra de favores tanto de servidores públicos quanto de outras empresas. O estudo, publicado no final de outubro, mostrou que empresas de países emergentes como Rússia, China, México e Índia, cada vez mais ativas internacionalmente, são qualificadas como as mais corruptas pelos mais de 3 mil executivos que responderam ao questionário. No mesmo grupo, o Brasil é percebido como um país de empresários relativamente honestos. Sua pontuação está  na média do índice de honestidade criado para a pesquisa. Deborah Hardoon e Finn Heinrich, autores do relatório, afirmam que a corrupção empresarial não apenas gera um problema de credibilidade, como também afeta o crescimento econômico. A solução? Maior transparência no setor público, leis mais duras contra a corrupção e respeito aos tratados internacionais de comérico.

A Transparência Internacional perguntou aos executivos entrevistados qual é a chance de as empresas de determinado país se envolverem em esquemas de corrupção. Quanto maior a pontuação, maior a percepção de honestidade

__________________________________________________________________________________

fonte: Transparency International’s 2011 Bride Payers Survey ( http://bpi.transparency.org )

Bebidas destiladas

As bebidas alcóolicas fazem parte da História e da Cultura humana desde os tempos mais remotos. Infelizmente estão associadas aos problemas de alcoolismo, problemas sociais e acidentes fatais por serem utilizadas sem moderação ou responsabilidades. O infográfico mostra o país de origem, o teor alcóolico e os ingredientes de 12 tipos diferentes de bebidas destiladas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

———————————————————————–

Assunto relacionado: Alcoolismo

Fontes: http://en.wikipedia.org/wiki/Tequila

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arak

http://pt.wikipedia.org/wiki/Vodca

http://pt.wikipedia.org/wiki/U%C3%ADsque

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tequila

http://pt.wikipedia.org/wiki/Rum

http://pt.wikipedia.org/wiki/Grappa

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cacha%C3%A7a

http://pt.wikipedia.org/wiki/Armanhaque

http://en.wikipedia.org/wiki/Whisky

Linha Suzuki em sete países

Pesquisei a linha de motocicletas Suzuki em sete países diferentes:  Alemanha, Brasil, Espanha, França, Itália, Japão e Portugal. E constatei algumas coisas óbvias e algumas surpresas:

É óbvio!!!

1) A linha Suzuki norte-americana é a maior entre os sete com 55 modelos

2) A Suzuki dos EUA tem a maior variedade de motocicletas custom

3) O Brasil é o país com a linha mais pobre entre os sete países pesquisados: apenas 19 modelos

Surpresa!!!

1) Entre os países europeus da pesquisa, os espanhóis têm a maior opção de modelos para comprar: são 48 modelos. Só a linha norte-americana é maior.

2) No site da Suzuki japonesa, não existe nem menção de motocicletas como GSX-R, Hayabusa ou V-Strom. Em número de opções, os japoneses só ganham do Brasil e de Portugal.

3) A linha de scooters Suzuki na Itália não é tão grande quanto se supõe

Enfim, para saber mais, clique na imagem abaixo para ampliá-la e veja o mapeamento das gamas Suzuki

Clique na imagem para ampliá-la

Clique na imagem para ampliá-la

Fontes: www.suzuki.es , www.suzuki.fr , www.suzuki.comwww.suzuki.co.jp, www.suzukimotos.com.br, www.suzuki.de, www.suzuki.it, www.veiculoscasal.pt