Cronologia James Bond

Criado em 1953 por Ian Fleming como livros de romance, James Bond logo ganharia as telas de cinema em 1962 e se tornaria a série de filmes mais bem sucedida da história faturando quase 13 bilhões de dólares só em bilheteria. Com uma sequencia de filmes tão longa, seis atores interpretaram o espião mais famoso do mundo em 22 filmes.

Anúncios

Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles

O filme é uma mistura de Guerrra dos Mundos (2005) e Falcão Negro em Perigo (2001). A Terra é invadida por alieníginas aparentemente invencíveis que invadem nosso planeta para exterminar a raça humana e se apossarem de nossos recursos naturais (como em Guerra dos Mundos). Um pelotão do exército americano é enviado para o centro da cidade de Los Angeles  para resgatar um grupo de civis que ficou cercado numa delegacia (como em Falcão Negro em Perigo). Tanto em Guerra dos Mundos quanto em Batalha de Los Angeles, os alieníginas são vencidos de forma inesperada e num momento em que parece não existir mais saída para a raça humana: no primeiro filme, todos os invasores começam a morrer subitamente atacados por uma bactéria terráquea, enquanto no novo filme, todos os equipamentos alienígenas deixam de funcionar depois que os americanos destroem seu centro de controle. Uma última comparação: em Guerra dos Mundos, os alienígenas invadem a Terra disfarçados em relâmpagos…e em Batalha de Los Angeles, eles entram em nosso planeta mocozados em asteróides.

É um filme que não traz nenhuma revolução no enredo. Não tem nenhuma grande personalidade hollywoodiana no elenco (só Aaron Eckhart que fez o vilão Duas Caras em Batman, O Cavaleiro das Trevas) e nenhum efeito especial que já não tenhamos visto. Enfim, é um filme para pegar na locadora num sábado a tarde.

Ayrton Senna do Brasil

Senna se tornou um mito não só por suas vitórias nas pistas de corrida, mas principalmente pela mensagem que passava a todas as pessoas que acompanhavam sua trajetória. Disciplina, equilíbrio, luta, determinação… era sua postura diante da vida. Muito acima de ídolos fracassados como Renato Russo e Cazuza que viviam drogados e metidos em orgias sexuais, Ayrton Senna era e ainda é exemplo de vida para a juventude. Melhor do que uma dramatização feita por Antonio Banderas como Ayrton Senna, este documentário inglês mostra a trajetória e faz uma homenagem ao  maior piloto de todos os tempos que completaria 50 anos agora em 2010.

Tropa de Elite 2

Tropa de Elite: se no primeiro filme eles mostram o combate ao crime nas ruas com o Bope invadindo morros e matando traficantes do baixo escalão, nesta continuação o diretor mostra o combate ao alto escalão do crime organizado. Embora o filme seja uma dramatização, a abordagem dos fatos é tão real que parece mais um bom documentário sobre a corrupção no Brasil com deputados, governador, mídia e integrantes da segurança pública fazendo as vezes de bandidos. Aborda também a postura dos Direitos Humanos na defesa de bandidos sanguinários que não tem humanidade nenhuma com a população e que na minha opinião, deveriam sim ser severamente punidos. E no trecho final mostra o Palácio do Planalto e nos faz pensar que o crime só existe em nosso dia-a-dia porque é alimentado e protegido pelos grandes e poderosos que governam nosso país.

Creio que Tropa de Elite sirva não apenas como entretenimento para as massas, mas também como um alerta e um despertar para a conciência popular de que não devemos tolerar a corrupção, de que existem policiais e politicos (embora muito poucos) dispostos a combater a corrupção. Pode ser que Tropa de Elite e a Lei da Ficha Limpa sirvam como ferramentas de mudanças na mentalidade da população.