Dinheiros do Brasil (1986 / 1989) – Parte 3

Durante a década de 1980, a inflação galopava à taxa média de 330% ao ano. O dinheiro perdia o valor rapidamente e em 1986 o governo lança o Cruzado cortando três zeros do antigo Cruzeiro. As antigas cédulas com Rui Barbosa e Oswaldo Cruz são reaproveitadas apenas mudando o valor grafado e o nome da nova moeda. Novas cédulas são lançadas com Juscelino Kubitschek, Villa-Lobos, Machado de Assis, Portinari e Carlos Chagas estampando o anverso. Mas apenas três anos depois uma nova moeda é lançada para “atualizar” o valor das cédulas: é o Cruzado Novo. As três cédulas mais altas do plano anterior são reaproveitadas (Machado de Assis, Portinari e Carlos Chagas) ganhando um carimbo com o novo valor. E mais quatro cédulas novas são lançadas.

Confira a série completa de Dinheiros do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s