A natureza contra os seres artificiais

Somos artificiais. Somos tão artificiais que modificamos toda a natureza para adaptá-la ao nosso estilo de vida. Tudo em nome da nossa evolução, do nosso progresso. Ao longo desta nossa busca, alteramos o curso de rios, dizimamos florestas, poluímos lagos e mares, alteramos ecossistemas e extinguimos uma infinidade de espécies.

Mas agora chegou a nossa vez. Fomos tão vorazes que não percebemos quando começamos a envenenar nossa própria civilização. Há algumas décadas que ouvimos falar em aquecimento global, deterioração da camada de ozônio, alterações climáticas. E agora corremos atrás de um mundo mais verde, de soluções para as besteiras que fizemos. Nos sentimos culpados pela “morte da natureza”. Mas não se preocupem, a natureza, na verdade não está morrendo, apenas está se livrando de nós, humanos. Afinal, somos tão estranhos a este planeta quanto qualquer alienígina que chegasse por aqui hoje. Se o planeta é um grande organismo vivo, nós somos sua doença, a bactéria estranha e todas estas mudanças climáticas, estas tragédias naturais sucessivas, são manifestações – ou convulsões – da natureza para nos combater.

A Teoria da Evolução é bem clara e diz que só sobrevive as espécies mais bem adaptadas ao meio natural. E como nós, seres humanos não conseguimos nos adaptar, seremos expulsos. E aí sim, todas as espécies e todos os ambientes poderão viver e se recuperar sem nossa ganancia predatória em busca de algo que nem mesmo sabemos mais do que se trata. A natureza poderá finalmente se recuperar de nós, seres humanos artificiais.

Veredicto: “a Natureza é sábia… nós humanos, não!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s