Sobre a Mirage 650 (review)

Mirage 650: uma custom que fala como esportiva

As publicações dizem que ela está evoluindo e está no nivel das concorrentes como Suzuki M800 e Shadow 750. Mas com um ingrediente irresistível: desempenho esportivo!

COMPORTAMENTO
É uma custom que tem design e perfil mais ‘esportivo’, pois seu motor gera 80,7 cv a 9250 rpm e torque de 6,80 kgmf a 7250 rpm. Já customs mais tradicionais como a Suzuki M800 Boulevard gera 53 cv a 5000 rpm e torque de 7,04 kgmf a 4000 rpm e a Honda Shadow 750 gera 45,5 cv a 5.500 rpm e torque de 6,5 kgmf a 3.500 rpm. Percebeu? Customs tradicionais geram muita força em baixos giros, já a Mirage trabalha em altos giros, como as esportivas. Aí você já vê que ela é uma motocicleta de persoanlidade própria. Podemos dizer que a Mirage 650 é uma moto para aquele piloto que quer migrar das esportivas para as customs, mas sem perder a tocada e o design esportivo. Aliás, mesmo com 650 cc, ela encara qualquer viagem com customs de maior cilindrada sem problema algum.

DESIGN E ESTILO
Tudo bem que a Kasinski/Hyosung não tem muita tradição no Brasil , mas uma coisa é inegável: a Mirage 650 tem estilo próprio. Não se parece com nenhuma outra custom e nenhuma outra custom se parece com ela. E vendo ela passar na rua (só vi uma vez) dá a impressão de se estar diante de uma moto com 1200 cc. Tem um porte e design imponentes e muito exclusivos! O perfil baixo e comprido a encaixam no padrão “low -rider” enquanto o motor volumoso, o quadro aparente e o cano de escape fazem a mistura para uma “muscle-bike”. A correia dentada como transmissão também embeleza o conjunto e a suspensão invertida (atípica nas customs) também reforçam seu estilo esportivo! Se na estrada ela tem desempenho para viajar com “amigas” do mesmo tamanho e até maiores, na hora de fazer pose em frente a um barzinho ou desfilar nos passeios, ela também fará bonito, muito bonito!

MERCADO
Ao fazer pesquisa de preços, cotação de seguros e de peças de vários modelos, a revista Duas Rodas só conseguiu encontrar a Mirage 650 numa única loja de São Paulo. Outras concessionárias da marca só tinham so encomenda e outras alegavam que não comercializavam o modelo. Se é uma moto difícil de comprar e de se ver nas ruas, com certeza não deve ser tão fácil de vender, aliás, justiça seja feita: comercialização não é o ponto forte de nenhuma custom. Portanto aquele tipo de cara que não tem sossego, enjoa fácil das coisas e vive trocando de moto, deve ficar longe dela pela possivel dificuldade de comercialização, mas por outro lado, como é difícil encontrar uma a venda, pode ser que seja até fácil encontar algum comprador.

Com o redimensionamento de preço em R$ 26,5 mil (antes girava em torno de R$ 35 mil), a Mirage 650 se tornou ainda mais interessante perante suas rivais. Além do que, com a injeção de dinheiro da chinesa Zongshen, a Kasinski deve aperfeiçoar ainda mais a qualidade e tecnologia de todos os seus modelos. Vale lembrar que a Mirage 650 tem ótima reputação em mercados exigentes como Europa e Estados Unidos (lá ela se chama GV 650) e que utiliza a mesma  mecânica consagrada da Suzuki SV 650.

Se está pensando em adquirir uma, leia este post sobre custos de manutenção e compare-a com outros modelos similares: https://bistury.wordpress.com/2010/04/14/para-manter-o-sonho/ (só a correia de transmissão dela custa R$2.114,00).

Resumindo: é uma “mini V-Max”: potente e estilosa para quem quer algo mais de uma custom.

Atualizado em 20-12-2010

Anúncios

43 comentários

  1. Douglas 00 · abril 22, 2010

    A moto é boa. Mas o que dá um pouco de medo e logotipo no tanque… e ao contrário de uma Mirage 125 ou 250, essa custa 26 mil…

  2. robson · setembro 23, 2010

    pelo amor é 650

  3. Guilherme Paixão · setembro 30, 2010

    🙂 A moto é incrívelmente bela e robusta, mas assim como as versões comet gtr 250 e gtr 650, não se tem disponível na concessionária para fazer um teste drive e comprar somente no olho uma duas rodas com emblema kasinski da um certo medo, hoje mesmo estive na concessionária lá tinha apenas uma gtr 650 pra ligar e puxando o acelerado mesmo parada já se sente o quanto a velocidade da aceleração é lenta perto da hornet, e este é o grande ponto já que pelo preço sei que posso comprar moto verdadeiramente nervosa e acho muito caro pagar para descobri depois se ela vale ou não a pena, engraçado foi o vendedor falando que a comet gtr 650 não só arranca como anda mais que a Hornet enquanto achava que eu estava deslumbrado com a aceleração da moto, aceleração esta que me deu receio total e me fez voltar para casa para pensar mais:-)

    • Levi's · outubro 1, 2010

      Guilherme, a GTR 650 não tem um funcionamento inferior ao da Hornet, mas sim diferente. Isto porque a primeira tem um motor de dois cilindros que privilegia força em baixa rotação, enquanto a Hornet tem um quatro cilindros que privilegia a potencia em rotações mais altas. Mas numa viagem, a GTR acompanharia a Hornet sem problemas. Leia o artigo sobre potência e torque que voce entenderá mais esta diferença entre as duas. Vale lembrar que este motor de 650 da GTR é originário da Suzuki SV 650, motocicleta aclamada pela resistência mecânica e baixo custo de manutenção. E o que pesa a favor da GTR é o baixissimo indice de roubo, muito contrário à situação da Hornet que é uma moto de alto risco nos grandes centros urbanos.

  4. Ramos · janeiro 15, 2011

    O motor é ótimo e confiável. Quanto ao resto… acabamento bonito mas muito frágil, feito com plástico e latinhas muito finas que se quebram com facilidade.

    Se não tomar MUITO cuidado, na hora de desmontar alguma parte plástica, a peça irá quebrar na sua mão.

    Amortecedores traseiros são um lixo, parece coisa chinesa que ultima qualidade.
    Se precisar de peças, esquece. A Kasinski não tem quase nada em estoque para essa moto.

    Depois de comprada, será muito difícil vende-la. Nem as próprias concessionárias da Kasinski se interessam em, ao menos, aceita-la como parte de pagamento para outra zero Km.

    • Caveira · agosto 9, 2012

      Bonito mesmo só o comercial…é bucha! rsrss

      • Coutinho · agosto 13, 2012

        Bom, a minha NUNCA deu problemas!

  5. Roberto · janeiro 19, 2011

    Já tive uma Kasinski Mirage 250 e não é nada disso que o colega aí falou (muito frágil). Mesma coisa quanto aos amortecedores.
    Teve peça que não achei em uma concesisonária, mas achei em outra. O estoque, de fato, é baixo.
    Levei mais ou menos um mês para vender a moto, o que considero pouco. Hoje tenho uma custom de marca tradicional e já estou tentando vendê-la a três meses. Na verdade, isto muitas vezes é questão de sorte. É lógico que marcas mais conhecidas tendem a ser comercializadas mais rápido, mas eu sempre compro um veículo por gostar dele e não pensando em vendê-lo. Se fosse assim, eu só compraria carro da volkswagen pela dita liquidez. Não compro pensando nisso.

    Abraço

  6. Marcos · abril 24, 2011

    Possuo uma mirage 250, costumizei alguns itens, como farol auxiliar entre outras coisas, estou com ela a mais ou menos 3 anos, não tenho o que dizer, exceto os preços das peças, em alguns casos tenho que correr as concessionarias pois os vendedores acreditam que os proprietarios são trouchas.
    Já encontrei várias peças que são ompativeis e muitas coisas já não compr mais nas concessionarias.
    A moto é muito boa, é bem resistente pois vou trabalhar com a maquina todos so dias, na chuva no sol, com o tempo que for não tem problema me leva para casa e para o trabalho e não me deixa na mão.
    No comesso do ano ou acabo de pagar, e vou trocar por uma miragem 650, sem duvida a nova miragem é muito bonita, e vou arriscar, preciso de uma moto mais nova, pois uso direto a moto, e o carro só fica para os fins de semana, para sair com a familia.

    • Levi's · abril 25, 2011

      Obrigado pela opinião. Como sempre digo: nada melhor do que a opinião de quem tem. Afinal, a internet é cheia de opiniões negativas de pessoas que nunca chegaram perto da moto e que ficam falando mal. Eu desisti de comprar uma Mirage não por causa da qualidade, mas pelo custo das peças mesmo. Afinal em comparação, é muito mais barato manter uma Lander 250 do que uma Mirage, embora o conforto e estilo da Kasinski seja incomparável. Como estou pensando em casar, não posso gastar muito om moto heheheh.

  7. Carlos Rey · maio 17, 2011

    A Mirage 650 é muito boa! Robusta, bonita, estável, econômica e quase não vibra (levando em conta que é uma custom, isso é uma proeza!)…

    • Levi's · maio 17, 2011

      É, Carlos. Isso porque a Mirage tem motor esportivo (originário da Suzuki SV 650) e suspensão dianteira invertida. Assim como a Honda Magna 750 e a Yamaha V-Max, a Mirage 650 é um autêntico lobo-em-pele-de-cordeiro.

  8. Rodrigo · agosto 1, 2011

    A moto ‘e show de bola extamento como descirto, estou curtindo muito nao deixa nada a desejar de uma custom mais classica

    • Levi's · agosto 2, 2011

      Parabéns pela moto e agradecemos a opinião de um proprietário que é sempre importante. Boa sorte, boas estradas!!!

  9. Almartins · agosto 3, 2011

    Pessoal possuo uma MIrage -650 e estou satisfetíssimo com ela, possui ótimo desempenho, deixa as similares no chinelo na estrada até a Boulevard 800/900 não dá conta da Mirage 650.
    Além de ser bonita e de presença por onde passa. O único cuidado, é que algumas concessionária Kasinski, como a COM MOTOS de S Bern do Campo – SP, com o sucesso de sucesso de vendas que esta sendo a Mirage 650 estão fora do padrão cobrando preços totalmente abusivos na mão de obra e peças, O bom e procurar por serviços em várias concessionárias para obter o melhor negócio, Quanto a moto em si eu recomendo, é o melhor custo benefício da categoria

    • rodrigo · dezembro 23, 2011

      preço de peça que é um problema,e achar tb.uma correia de transmissão de dois mil e poucos reais…

  10. Anibaltuka1000 · outubro 12, 2011

    Troquem,troquem,troquem a bateria de 5 categoria Route que acompanha a mirage 650. Viajo mto ao Uruguai e essa bateria estraga logo e vc pensa que a moto nao presta ppois nao liga, falha e superaquece podendo fundir ao motor tudo isso graças a kasinski que colocou essa bateria sem amperagem suficiente.

    • Jaime Roberto Ramos · agosto 25, 2015

      Relativo tenho uma Mirage e troquei a bateria Route 12 volts 12 amperes de bobeira, estou usando uma Moura, mas a minha Route está guardada com 12,89 de carga, quando completo passa de 13 e posso colocá-la na moto que está filé…

  11. Evandro Coutinho · novembro 21, 2011

    Esse negócio da bateria é imprescindível pessoal, já saia da concessionária com bateria nova!!!

  12. Evandro Coutinho · novembro 21, 2011

    Outra coisa importante é trocar as velas por uma mais fria, por exemplo a CR8 (acho que é), assim vc ajuda ela a trabalhar mais fria, isso deveriam ter feito na tropicalização, mas…

  13. marco · dezembro 1, 2011

    Comprei uma moto mirage 650 0km, no dia 01/11/11, hj no dia 01/12/11, não consegui anda ainda com ela, soh deu defeito, estou revoltado com a fabrica q não soluciona, nem troca a moto e nem devolve meu dinheiro, ja entrei no procon, com advogado, estou muito descontente com a moto, se alguem quiser compra-lá não compreque é furada, conheci várias pessoas também que tiveram o mesmo problema, não tenho uma resposta da fabrica nada.

    • EVANDRO COUTINHO (@COUTINHOEGRASI) · dezembro 24, 2011

      marco

      Qual o defeito que ela apresenta? Quem sabe posso lhe ajudar!

      Sou proprietário de uma 2010 e sou muito feliz com ela.

      Abraço

      • robson bie · fevereiro 6, 2012

        cara comprei uma e estou satisfeito também , vc ja viajou nela, tem alguns comentarios que ela aquece e que a bateria não é a ideal.

  14. luis antonio · janeiro 3, 2012

    marco, como esta a moto? evandro e a sua?

    • EVANDRO COUTINHO · fevereiro 11, 2012

      luis

      a minha está indo para os 6.000kms de alegria.

      sem problemas e andando cada vez mais…rs

      😉

  15. robson bie · fevereiro 6, 2012

    alquem pode me ajudar? comprei uma mirage 650, queria saber quem ja fez uma viajem nela e como ela se comportou , pq dizem que esquenta muito e que a bateria não presta.to querendo viajar em março nela p a BAHIA.

    • EVANDRO COUTINHO · fevereiro 11, 2012

      robson

      a maior viagem da minha foi de santo andré-sp até joinville-sc, só parou pra abastecer e sem problemas, minha moto vai para 6.000kms de alegria.

      se fosse pra comprar hoje eu compraria essa mesmo, só esperaria a injeção eletronica da delphi por ser mais moderna, no mais é a mesma moto.

      abraço

  16. dorival · março 15, 2012

    tenho uma mirage 250, que é uma excelente moto, mantem uma velocidade de cruzeiro em 120km e faz média de 22km/l, mas estou querendo comprar uma mirage 650, só que estou em duvida por causa destas informações, que ela, esquenta, falhas no motor e outras coisas, quem possui pode me dar informações a respeito e se consertaram estes defeitos.

    • Levi's · março 15, 2012

      Como foi dito, a Mirage 650 utiliza a confiável e consagrada mecânica da Suzuki SV 650 da Europa. Você corre o mesmo risco de problemas com ela, que correria comprando uma Shadow 750 ou uma Yamaha Midnightstar. Se você elogia um produto Kasinski que você já tem, é sinal de que tem confiança na marca. Portanto, vá fundo.

  17. fausto · junho 4, 2012

    Comprei uma hoje, andei 80km e ela não pega mais……o motor de arranque funciona, mas não dá sinal de pega, como se estivesse sem gasolina….vou mandar para alguma concessionária

    • COUTINHO · junho 6, 2012

      fausto, entre no forum motoscustom e acho o tópico, mirage 650 opinião de proprietários, lá tem vários relatos de como deixar sua moto a ponto de bala, o que estraga são as concessionárias, o conjunto é ótimo, vc vai ver que são pequenas coisas que mudando vc não terá mais problemas. abraço

  18. luciano · junho 18, 2012

    Eu tenho uma e viajo com ela sempre no meio da galera e nao tem custom pr pega ela na BR

  19. Labrador · julho 5, 2012

    Pergunta: Alguém sabe se o modelo 2012/2013 vem com uma bateria adequada (melhor)?

    • Coutinho · julho 6, 2012

      Acho que bateria é o de menos, pois ela vem com 3 anos de garantia. Na hora da compra se for essa sua duvida, leve um multímetro e faça a medição completa! Sei que com a injeção delphi já se consegue mudar os mapas e deixar ela mais arisca…manda bala!

  20. edmílson cure · agosto 17, 2012

    Acabei de erealizar uma viagem onde cheguei a rodar 6500 km, saimos de santa cruz – rn em direção a cidade do recife -pe, la nos encontramos com um grupo de amigos e seguimos viagem em direção a tiradentes-mg onde a moto se comportou muito bem, nas ultrapassagens quando buscava aceleração sempre encontrei resposta rapida me deixando confirtavel e seguro, no momento de abastecer chamva atenção do restante do grupo e a minha também…kkkk. o unico problema que encontrei na viagem foi com o radiador que me deixou na mão na cidade de Montes claros – Mg, onde fui procurar a consecionaria ee fui muito bem tratado, onde os amigos tentaram resolver o meu problema para que eu seguisse a minha viagem. O que eu não gosto da kasinski é o pós venda, principalmente na cidade onde eu moro, santa cruz – rn, onde tem um gerente que falta conhecimento e tenta se mostrar inteligente desejando queos clientes se passem por bobos. sim, na

    • Coutinho · agosto 17, 2012

      Também estou faceiro com a minha! \o/

      Ótima moto, a mais honesta da categoria.

  21. Claudio r · janeiro 2, 2014

    Quem dúvida da qualidade das motos kasinski tem toda a razão pois tenho uma mirage 650 e o comportamento dela a gente nunca sabe tem dias que funciona bem tem dias que não. Paguei para ver e me ferrei. Sem contar com as adaptações que tem que fazer como por exemplo:
    – Trocar o fio que sai do retificador para a bateria que é muito fino e muitas vezes quanto voce vai dar a partida parece que a bateria esta sem carga.
    – A regulagem da lenta é horrível você nunca sabe como ela vai se comportar.
    – Em velocidade é muita boa, mas para quem não conhece e quer comprar uma moto mais barata não vale apena.
    – Para conseguir contato com a loja no 0800 o atendimento é muito ruim, eles nunca retornam.
    – Para mecânica autorizada então e pior, oficina que parece mais um moquivo.
    – Você que gosta de moto custom o que vale apena é pagar um pouco mais caro, mas pelo menos você vai ter mais segurança assistência diferenciada como por exemplo motos da HONDA, SUZUKI, YAMAHA E OUTRAS.

  22. Thiago Vasconcelos · outubro 27, 2014

    Caros colegas Mirageiros boa tarde…

    Estou a comprar um belo exemplar da Mirage 650 2011 com 5.000Km, estou ansioso para sentir o prazer de andar nesta moto, já tive Galo, Virago e agora vou para a Mirage pelo belo custo beneficio apresentado. Antes desta opção busquei, pesquisei e analisei diversas opiniões de proprietários e fiquei satisfeito e encorajado para adquirir a minha.

    Após pegar acredito que vá demorar uns 10 dias, volto para dar meu depoimento.

  23. Antonio · junho 19, 2015

    Estou com uma 2013 que esta esquentando o escapamento e está fraca o que eu faço?

    • Levi's · novembro 11

      Antonio bom dia,

      Seria bom levar a um mecânico especializado em motos grandes para verificar a regulagem da mistura ar combustível, embora em motos injetadas como a Mirage 650 seja difícil disso aocntecer.

  24. Jaime Roberto Ramos · agosto 25, 2015

    Galera tenho uma Mirage 250cc e os contratempos que tive já resolvi por aqui. Tive que aprender a dar manutenção nela pois na minha região não tem autorizada e são poucos mecânicos que animam, estudei a moto toda e quando o mecânico mexe já sei o que é e ele só faz como peço. Mecânico bom e humilde é assim se não sabe, escuta, depois avalia o que foi dito e veja se o dono tem razão. Somos parceiros na manutenção da moto e ele já aprendeu bastante… A moto é show, viajo muito com ela, não me arrependi da compra e nunca necessitei de assistência Kasinski, a moto te “fala” o que tem, contrário das outras que os mecânicos têm que ficar tentando descobrir os problemas. Se fosse pra escolher hoje, compraria de novo, não existe nenhuma 250cc na categoria que a acompanha, nem Fazer, nem Lander, nem CB 300, até onde já forçei!

    • Levi's · novembro 11

      Jaime bom dia,

      O motor da Mirage é mesmo forte, o problemas dela são mais na parte elétrica. No geral é uma boa moto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s